quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Principais candidatos ao título da Copa do Mundo 2010

O que pode levar uma seleção a ser campeã do maior torneio esportivo do mundo? Existem vários aspectos que podem contar muito e que afetam os jogadores. Devemos considerar a mudança de clima, cultura, costumes, relação entre as pessoas da mesma seleção e ambiente.
Também não é para menos. Imaginem estar em uma partida decisiva, onde milhões de pessoas no mundo inteiro estão assistindo e todos querem mostrar o melhor futebol que puderem? É difícil não ter seu estado normal alterado.

A paixão pelo seu país também é um dos fatores determinantes. Assim como o entrosamento criado pelo grupo, técnicas de jogo, entre outros. Segundo opinião de muitos comentaristas brasileiros, as principais seleções candidatas ao título são: Brasil, Inglaterra, Argentina, Itália, Espanha e Alemanha. 

Na seleção brasileira, os jogadores são bastante comprometidos com seu técnico, além de serem totalmente comprometidos em mostrar o futebol arte que todos esperamos. A Inglaterra pode ter seus defeitos, mas tem uma organização tática incrível e jogadores muito fortes - têm menos habilidade, mas uma velocidade de dar inveja, trabalha bastante em conjunto e faz toques rápidos. Os argentinos são raçudos, tem sede pelo título e 'chegam chegando' em todos os jogos, com sua famosa catimba argentina.  A Itália tem jogadores de nome e como atual campeã do mundo vem para defender o título, ou seja, não vão facilitar nada. Os espanhóis são considerados, por muitos, uma seleção imatura para ganhar a copa, mas como campeã da Eurocopa, também não pode ter sua chance ignorada. A Alemanha, como já vimos na última copa, é muito unida e como dizem os comentaristas, tem boa mistura de juventude e experiência.

Em suma, além ter bons jogadores, como no caso do Brasil e Inlgaterra; O atual melhor jogador do mundo, como no caso do Messi, da Argentina; Ser a campeã de um dos torneios em que disputam os times mais fortes do futebol, como no caso da Espanha; Ou ser a atual campeã do mundo, como a Itália. É preciso ter paixão, união e muita vontade de honrar seu país na mais importante das competições.

Fonte: Olé Olé

Rachel Munhoz

6 comentários:

Cahe´s blog disse...

Desculpem-me Quase Jornalistas, mas se a afirmação abaixo fosse realmente verdade, já teríamos sido campeões em outras copas:
"os jogadores são bastante comprometidos com seu técnico, além de serem totalmente comprometidos em mostrar o futebol arte que todos esperamos" (fala sério... de onde tiraram isso?)

Quase Jornalistas disse...

Esse é um blog onde postamos factuais e TAMBÉM nossas opiniões...

Ass. Rachel Munhoz

Cahe´s blog disse...

Claro, o fim do Blog é esse mesmo, mas analisemos o "totalmente comprometidos em mostrar o futebol arte...":
Apenas nas eliminatórias desta copa, vocês assistiram a:
Brasil 0 X 0 Venezuela (Vene... quem? No Brasil!)
Bolívia 2 X 1 Brasil
Equador 1 X 1 Brasil (Equador?)
Brasil 0 X 0 Colômbia (No Brasil!)
Brasil 0 X 0 Bolívia (No Brasil!)
Paraguai 2 X 0 Brasil
Peru 1 X 1 Brasil
Colômbia 0 X 0 Brasil

Óbvio que derrota é inerente ao futebol, mas, em muitos desses jogos, onde estava o tal do compometimento?

Por isso eu me permiti desacreditar da opinião de vocês, um direito que o leitor tem e algo que vocês vão ter de conviver quando jornalistas.

Antes de escrever um texto romântico, vamos nos ater aos fatos. A Seleção deveria mesmo apresentar sempre um futebol de alto nível, é o que temos de cobrar e a melhor maneira de se fazer isso é pelos jornalistas.

rachel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rachel disse...

Discordar é sempre um algo a mais que as pessoas podem trazer para as nossas opiniões...mas repetindo o que é fato: mesmo que o Brasil tenha sido derrotado tantas vezes,acredito que eles sempre se comprometem a jogar um bom futebol e fazer espetáculo...é claro que não é sempre que acontece, mas é fato que nós SEMPRE esperamos...

Cahe´s blog disse...

Agora sim chegamos a um ponto comum: eles sempre teriam de ter o comprometimento com o bom futebol, mas nem sempre acontece.
É isso que deveria estar escrito desde o início. Afinal, como você mesma concorda, não é sempre que eles estão comprometidos com a arte.
O problema não são as derrotas e sim os por quês delas.

Postar um comentário